sábado, 5 de agosto de 2017

GUERREIROS DE FOGO / RED SONJA (1984) - ESTADOS UNIDOS / PAÍSES BAIXOS






VINGANÇA RUIVA

A rainha Gedren (Sandahl Bergman) quer destruir o mundo com um poderoso artefato de destruição. Sonja (Brigitte Nielsen) quer se vingar pela morte dos pais e a violência sofrida a mando da rainha. Kalidor (Arnold Schwarzenegger) é um guerreiro que se junta a Sonja, uma guerreira dotada força e habilidades de um espírito vingador. Os dois partem para impedir Gedren e no meio do caminho encontram o jovem Príncipe Tarn (Ernie Reyes Jr.) e seu fiel servo e protetor Falkon (Paul L. Smith). Juntos salvarão o mundo da eminente destruição e Kalidor tentará conquistar o coração de guerreira que só se entregará a quem lhe derrotar em combate.


Guerreiros de Fogo foi uma tentativa de trazer dos quadrinhos para o cinema a personagem Sonja, uma ruiva que lutava por justiça e volta e meia cruzava o caminho de Conan, por quem nutria uma paixão.  Só que o filme ignorou os quadrinhos e criou um roteiro bem diferente do que o leitor de hqs esperava ver nas telas.


A direção coube a Richard Fleisher, conhecido por “Conan – O Destruidor”, colocando a frente do elenco a dinamarquesa, namorada (e, posteriormente esposa) de Stallone na época. Nielsen ficaria conhecida por sua participação em Rocky IV, onde viveria a esposa do lutador russo Ivan Drago (Dolph Lundgren). Com  a presença de Schwarzenegger, um dos atores mais admirados daquela juventude que consumia seus "Comando Para Matar", "Predador" e "Exterminadores do Futuro" de forma voraz, tornando-o um dos atores mais influentes e bem pagos de Hollywood, qualquer projeto saía do papel. Curiosamente o ator veio com um personagem chamado Kalidor, que era nada mais que um Conan com outro nome. Talvez um dos motivos de Conan não aparecer neste filme é que ele seria protagonista e não coadjuvante. O ator nunca mais reprisaria um dos personagens mais queridos dos fãs.


O elenco é dos mais interessantes e merece uma melhor dissecação. Tirando a dupla central temos a vilã Sandahl Bergman, que foi nada menos que a Valéria do filme Conan. Sandahl virou uma rainha dos filmes B que a rede bandeirantes adorava passar. Curioso que é mais uma envolvida com a produção de Conan. Falkon, o protetor e único súdito do pequeno príncipe, era Paul L. Smith, que muitos não reconheceram como sendo o vilão do filme "O Expresso da Meia Noite", talvez o maior papel de sua carreira. Aqui ele parece ter se divertido muito e nem parece aquele personagem mau que torturava os prisioneiros. Um ano depois o ator mirim Ernie Reyes Jr. Faria o seriado "O Pequeno Mestre" onde ajudava um policial (interpretado por Gil Gerard de "Buck Rogers") a desvendar vários casos e, claro, combatendo os vilões com sua arte marcial. O ator ainda está na ativa. Janet Agren, que fez a sacerdotisa morta no início do filme e irmã de Sonja, pode ser lembrada pelo filme "Keruak – O Exterminadorde Aço", onde se apaixonava pelo meio-homem, meio máquina (um sucesso do VHS). Sven-Ole Thorsen foi outro envolvido com a produção de Conan, fazendo aparições rápidas nos filmes de Schwarzenegger e lembrado por fazer o guarda “anabolizado” em "O Sobrevivente", sucesso de Swarzie. Dá pra ver a produção trouxe muita gente desses dois filmes de "Conan" lançados.


Quanto ao filme? Boa diversão. Melhor na época do que atualmente. A nova geração dificilmente iria ao cinema ver este filme, até mesmo porque envelheceu não no tema, mas frente aos efeitos computadorizados atuais. Os cenários e figurinos ficaram a cargo do desenhista de produção  Danilo Donati (1926–2001) por filmes como "O Evangelho Segundo São Mateus"; "Irmão Sol, Irmã Lua"; "Flash Gordon"; "A Vida É Bela" entre outros. E o diretor de fotografia Giuseppe Rotunno com trabalhos em filmes como "As Aventuras do Barão de Münchausen"; "Amarcord"; "Satyricon de Fellini"; "O Escarlate e o Negro" entre outros. Essa dupla garantiu que, visualmente, o filme funcionasse muito bem.


Richard Fleischer foi um diretor de uma enorme quantidade de filmes como "20.000 Léguas Submarinas", "Viagem Fantástica", "Barrabás", "No Mundo de 2020" e "Ashanti" (os dois últimos analisados por aqui). Guerreiros de Fogo veio seguido de "Conan, O Destruidor" e foi o penúltimo filme de Fleischer. Saber conduzir uma história era o de menos para o diretor, mas conforme o próprio Schwarzenegger revelou em entrevista foi o seu pior filme. A impressão é que foi feito a toque de caixa apenas para aproveitar a onda de filmes similares e lançar Nielsen ao estrelado, que se separou de Stallone num caso ruidoso de suposta traição que invadiu os tabloides da época.  Nielsen revelou, anos depois, que teve um caso com Schwarzenegger no set de filmagens.




Red Sonja (por aqui "Guerreiros de Fogo"), do criador Robert E. Howard, é um filme com muitos fãs que gostam de filmes  "sword and sorcery" (espada e feitiçaria). Podemos dizer que dentro do estilo pode ser considerada uma produção requintada (mas não chega nem perto dos "Conan") tanto pelos atores quanto pelo diretor e equipe técnica. O gênero tem muitas produções de baixo nível (no estilo trash) e que também tem seus admiradores como a série "Deathstalker", "Ator" e suas continuações, "Os Bárbaros" e etc (se alguém se interessar posso colocar minhas considerações sobre estas produções). Para ver e rever.

Trailer: 



Curiosidades:
Sigourney Weaver foi cogitada para o papel principal.

Em 2009, foi anunciado um  remake do  filme com Robert Rodriguez ("Planeta Terror")  dirigindo e Rose McGowan ("Fantasmas" e "Conan, o Bárbaro" ) como Red Sonja. Como o remake de "Conan, o Bárbaro" (2011) fracassou, o projeto foi sepultado.

O personagem do ator Ronald Lacey chamou-se “Ikol” no filme que, ao contrário, significa Loki um dos Deuses da Mitologia Nórdica.

Sandahl Bergman também foi convidada para o papel principal, mas preferiu fazer a vilã.

Brigitte Nielsen  foi cotada para fazer o filme da Mulher Hulk, na época, mas o projeto não decolou.

Giuseppe Rotunno foi indicado ao Oscar de Melhor Fotografia por "O Show Deve Continuar" (1979) 

Danilo Donati ganhou 2 Oscars de melhor Figurino: "Casanova de Fellini" (1976) e "Romeu & Julieta" (1968) e teve indicações por "O Evangelho Segundo São Mateus" (1964); "A Mandragora" (1965) e "A Megera Domada" (1967).

Música de Ennio Morricone. 

Uma das informações passadas pela produção sobre o personagem não ser Conan é que não possuíam os direitos de uso e que Kalidor seria um dos muitos nomes usados pelo Cimério.

Robert E. Howard foi o criador de  Conan, Kull, Salomão Kane e o picto Bran Mak Morn. Criou também Red Sonya de Rogatino. Howard suicidou-se em 1936. No dia seguinte, sua mãe, que estava em coma, veio a falecer.


Brigitte Nielsen tinha 21 anos e 1,85 metros de altura. A atriz já tinha sido modelo. Foi para Nova York promover o filme determinada a conhecer Stallone e não tardou para o encontro acontecer.

Nielsen (nome de batismo Gitte Nielsen)  lançou a biografia "You Only Get One Life". Nessa biografia a vida do casal ficou de fora, pois a atriz assinou um contrato pré-nupcial com Stallone.

Dino de Laurentis produziu "Conan O Bárbaro" e "Conan - O Destruidor".

Sonja se pronuncia como "Sonya".

Em junho de 2018, Brigitte Nielsen, aos 54 anos, foi mãe pela quinta vez (atualizado)

Cartazes do Filme

 


















Sandahl Bergman 
Guerreiros de Fogo - Conan - Atualmente

  


















Brigitte Nielsen
Atualmente  - Guerreiros de Fogo 
 














Ernie Reyes Jr
Guerreiros de Fogo - Atualmente















Paul L. Smith  (1936 - 2012)
Guerreiros de Fogo - O Expresso da Meia-Noite
 










 
Filmografia Parcial:
Brigitte Nielsen
Guerreiros de Fogo (1985); Rocky IV (1985); Stallone Cobra (1986); Um Tira da Pesada II (1987); Incontrolável Desejo (1988); Perseguição Demoníaca (1991); Prisão do Inferno (1993); No Limite da Vingança (1995); Paparazzi (1998); Voyage: Killing Brigitte Nielsen (2007); Eldorado (2012); Mercenaries (2014)

Arnold Schwarzenegger
Hercules in New York (1970); Cactus Jack, o Vilão (1979); Conan, o Bárbaro (1982); Conan, o Destruidor (1984); O Exterminador do Futuro (1984); Guerreiros de Fogo (1985); Comando Para Matar (1985); O Predador (1987); O Sobrevivente (1987); Inferno Vermelho (1988); Irmãos Gêmeos (1988); O Vingador do Futuro (1990); Um Tira no Jardim de Infância (1990); O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (1991); O Último Grande Herói (1993); Queima de Arquivo (1996); Um Herói de Brinquedo (1996); Batman & Robin (1997); O Fim dos Dias (1999); O 6º Dia (2000); Efeito Colateral (2002); O Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas (2003); Volta ao Mundo em 80 Dias: Uma Aposta Muito Louca (2004); Os Mercenários (2010); Os Mercenários 2 (2012); O Último Desafio (2013); Rota de Fuga (2013); Sabotagem (2014); Os Mercenários 3 (2014); O Exterminador do Futuro: Gênesis  (2015); Contágio: Epidemia Mortal (2015).

Sandahl Bergman
O Show Deve Continuar (1979); Xanadu (1980); Conan, o Bárbaro (1982); Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu! - 2ª Parte (1982); She (1984); Guerreiros de Fogo (1985); Escola de Aeromoças (1986); Programmed to Kill (1987); o Inferno Chega a Frogtown (1988); Raw Nerve - Nervos à Flor da Pele (1991); Nos Braços de um Assassino (1992); Corpo Indecente (1993); O Santuário do Medo 2 (1994); Sorceress II: The Temptress (1997); Crime de um Detetive (2003). 

Ernie Reyes Jr.
O Último Dragão (1985); Guerreiros de Fogo (1985); O Pequeno Mestre (seriado 1986-1987); As Tartarugas Ninja II - O Segredo do Ooze (1991); White Wolves II: Legend of the Wild (1995); Small Time (1996); A Hora do Rush 2 (2001; Bem-vindo à Selva (2003); Redline: Velocidade sem Limites (2007); Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008); Ninja Apocalypse (2014); The Next Kill (2018).


Paul L. Smith (1936–2012)
Exodus (1960); Carambola (1974); Pânico em Munique (1976); O Expresso da Meia-Noite (1978); Um Casamento de Alto Risco (1979); Desastre no Trem da Morte (1979); Popeye (1980); O Terror da Serra Elétrica (1982); Guerreiros Selvagens (1984); Duna (1984); A Fúria do Protetor (1985); Lua de Mel Assombrada (1986); Gor e os Guerreiros Selvagens (1987); O Caso dos Dez Negrinhos (1989); Linha de Chegada (1990); O Olho da Vingança (1991); Maverick (1994).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Cinéfilos.
Obrigado por visitarem minha página.
Estejam à vontade para comentarem, tirarem dúvidas ou sugerirem análises.
Os comentários sofrem análises prévias para evitar spans. Tão logo sejam identificados, publicarei. Quaisquer dúvidas, verifiquem a Política de Conduta do blog.
Sua opinião e comentários são o termômetro do meu trabalho.
Visitem a minha página homônima no Facebook onde coloco muitas curiosidades sobre cinema e algo de séries (se puderem curtir ajudaria)
Bem vindos.
Cinéfilos Para Sempre