terça-feira, 11 de julho de 2017

HOMEM-ARANHA: DE VOLTA AO LAR / SPIDER-MAN: HOMECOMING (2017) - ESTADOS UNIDOS






Diferente e Divertido

Peter Parker (Tom Holland ) é um adolescente que passa os seu dias entre ser estudante e herói. Tony Stark (Robert Downey Jr.) resolve presentear Peter com uma vestimenta mais "moderna", após sua participação em "Guerra Civil" e passar a ter um contato mais próximo com o jovem, acompanhando seus passos. Tendo perdido sua concessão, para remover o lixo alienígena dos confrontos ocorridos em "Os Vingadores",  Adrian Toomes (Michael Keaton)  se revolta e consegue obter algumas peças, construindo uma armadura para praticar roubos com seu bando até que o Homem Aranha passa a cruzar seu caminho.

 
Jacob Batalon  e Holland

Criado por por Stan Lee e Steve Ditko, nos anos 60, Homem Aranha sempre foi aquele personagem que (quase) sempre salvava o dia, mas enfrentava os seus problemas cotidianos como qualquer pessoa: com dias perfeitos, dias comuns e trágicos. Sua vida pessoal era tão conturbada como a de qualquer pessoa que buscava um lugar no mercado de trabalho: incertezas, recusas, empregos ruins, chefes malas e pouca grana para pagar o aluguel. Neste novo longa, Peter ainda não chegou nesse ponto, assim como sua origem é posta de lado (já se contou o bastante nos filmes anteriores). Essas passagens no tempo ficaram para o personagem de Tobey Maguire: era tímido, buscava emprego e lutava contra o Octopus, Duende Verde, Venon  e Homem Areia. Era apaixonado por Mary Jane e via sua musa nas mãos de seu melhor amigo milionário. Aqui o personagem caiu para a faixa etária dos 15 anos: escola, provas, meninas, bullying e festas. Só que sua diversão é bem diferente das dos demais. Há uma inequívoca percepção de que os estúdios resolveram seguir a direção tomada pelo sucesso "Guardiões das Galáxias", com muita ação, música e humor. Esse triunvirato de elementos permitiu que "Volta ao Lar" (ou regresso / "volta às origens") tornasse esse Homem Aranha da linha Ultimate (nos quadrinhos) diferente, mas essencial para quem quer renovar a franquia. 



Quando a gente olha pra trás e vê como era o Aranha da década de 70, interpretado pelo ator Nicholas Hammond (de “A Noviça Rebelde”) com sua teia parecendo uma rede de arrastão e muitos truques de câmera que invertiam a posição das paredes, percebemos que atravessar décadas assistindo um personagem ícone dos quadrinhos , no cinema, pode ser algo bem prazeroso. Depois veio a trilogia com Tobey Maguire, que deixou saudades.  Veio também  o bom ator Andrew Garfield (“Até o Último Homem”) que fez por duas vezes o personagem de uma forma correta, mas nada que o tornasse diferenciado. Chegamos agora a um Homem Aranha bem mais juvenil, mas igualmente envolvente, bem interessante e que trouxe um novo fôlego ao "melhor amigo da vizinhança".

 
Holland e Zendaya
Outro fator a ser destacado está na concepção do vilão: Michael Keaton realmente se encontrou neste "Abutre". O ator responsável por encarnar "Batman" nos anos 80 no cinema (diante de muitas rejeições iniciais) trazendo de volta um personagem perdido no seriado dos anos 60 e no desenho do Superamigos, nos blindou com uma atuação de alto nível (não por acaso "Batman" e "Abutre' tem a mesma sequência de "abertura de asas", tendo a lua como fundo). Keaton consegue ser mais vilão fora da roupa do que no traje high tech de combate. Uma atuação que consideraria o meio termo entre seus vilões de "Morando com o Perigo" (1990)  e "Medidas Desesperadas" (1998). Essa nova concepção do "Abutre" ("Vulture" no original) caiu como uma luva, porque o personagem fora das histórias do Aracnídeo não impressionava ninguém: era um vilão de quinta categoria. O novo visual e um ator que sabe o que fazer com seu personagem fazem toda diferença. A inclusão do Homem de Ferro (não, ele não está presente durante o filme todo !), ficou de bom gosto porque Downey Jr. voltou com o seu personagem (pela oitava vez!) de falas descoladas e piadas prontas, que tanto sucesso teve, além de fazer a ponte para os "Vingadores". Pode ter sido inserido na história como um artífice para não deixar o filme sozinho (um duplo sentido aqui) nas mãos do Cabeça de Teia. Temos ainda um hilariante Capitão América que conseguiram transformar (propositadamente e divertidamente) num chato que nem Peter aguenta. De resto temos a paixão de Peter, o melhor amigo (hilário e bem sacado); um Flash (para mim descaracterizado), uma Tia May bem mais nova (e que me lembrou a “Tia Petúnia” do Ben Grimm do Quarteto - se vc lê quadrinhos da Marvel entenderá) e uma menina rebelde, Michelle, sempre com posições radicais sobre os assuntos  em geral.





"Homem Aranha : Volta ao Lar" faz jus ao investimento e expectativa dos fãs. Claro que existirão aqueles que ainda vão preferir o Peter Parker de Maguire. Holland com certeza já conquistou sua parcela na história de um dos personagens mais queridos pelos leitores. Se fez notar em "Guerra Civil" e mostrou que foi uma decisão acertada (segundo dizem com a aprovação de Downey Jr). Tem tudo para agradar as várias gerações de fãs e abre caminho para novos filmes e a participação nos Vingadores. Uma justa (e assumida) homenagem dos envolvidos à John Hughes, responsável por escrever e / ou dirigir os melhores filmes de adolescentes dos anos 80. 
Nos créditos finais há duas cenas: no meio e no fim, bem no clima do filme.

Curiosidades:
O ator Tom Holland tem 21 anos.

Terceiro filme para o cinema do diretor Jon Watts.

Orçamento de US$ 175 milhões.

Jon Favreau ("Happy Hogan") dirigiu Homem de Ferro 1 e 2, produziu Homem de Ferro 3 e todos os filmes dos Vingadores, além de atuar em várias produções.

A cantora Zendaya  faz o papel de Michelle.

Michael Keaton, que fez o Abutre, é um homem numa vestimenta de Pássaro. Em 2014 "Birdman" ganhou o Oscar de Melhor filme com Keaton fazendo o personagem título, que era "baseado" no personagem "Batman" que ele fez em 1989 e 1992.

Jennifer Connelly faz o papel do computador Karen.  Paul Bettany, marido de Connelly, faz a voz do computador do Homem de Ferro. Connelly fez "Hulk" (2003) como Betty Ross  e Bettany fez o personagem Visão em "Vingadores - A Era de Ultron".

Foi dado ao elenco uma maratona de filmes do diretor / escritor John Hughes (1950–2009) para que entendessem o conceito do filme. Filmes como "Clube dos Cinco", "A Garota de Rosa-Shocking" e "Curtido a Vida Adoidado".

J.K. Simmons foi sondado para reprisar seu papel de J.J Jameson (na Trilogia Maguire), mas sua participação no novo filme da Liga da Justiça inviabilizou sua participação.

Vincent D'Onofrio, que faz Wilson Fisk, o Rei do Crime, na série "Demolidor" da Netflix, mostrou-se interessado em utilizar seu personagem no filme.

O vilão que aparece nas cenas finais é o Escorpião.

O Abutre é o quarto membro do "Sexteto Sinistro" a aparecer na franquia: O Sexteto, nos quadrinhos era composto de  Doctor Octopus (Homem-Aranha 2), Homem-Areia (Homem-Aranha 3) e Electro (O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro). Faltariam ainda  Mistério and Kraven - O Caçador que ainda não surgiram na telona. 



Octopus - Electro - Mistério -  Homem-Areia -  Kraven - Abutre

Tema de Abertura do Seriado Homem Aranha (1977-1979):



Tema de Abertura  do Desenho de 1967:



Tema de Abertura do Desenho de 1981:



Tema de Abertura do Desenho de1994:




Homem Aranha:  Hamond, Maguire, Garfiel:
 

Nicholas Hammond


Andrew Garfield





Tobey Maguire






Trilha Sonora: 
Can't You Hear Me Knocking  interpretado por The Rolling Stones
The Underdog interpretado por by Spoon
Blitzkrieg Bop interpretado por Ramones
In The Air interpretado por Craig Craig
Maximum Effort interpretado por Flipbois
Rise To The Top interpretado por Kill The Giant
Oh Yeah interpretado pory Yello
Do It Betta interpretado por Sclp The Great
Aye Yo Gee interpretado por Icy Black
Going Up The Country interpretado pory Canned Heat
Cineramascope interpretado por Galactic feat. Trombone Shorty and Corey Henry
La Consequencia interpretado por SWJ Mafia
Save It For Later interpretado por The Beat (as The English Beat)
The Low Spark Of High Heeled Boys interpretado por Traffic
Space Age Love Song interpretado por A Flock of Seagulls
Flashdrv interpretado por Eugene Thompson
 

Filmografia Parcial:
Tom Holland 

 










O Impossível (2012); Minha Nova Vida (2013); No Coração do Mar (2015); Capitão América: Guerra Civil (2016); Z: A Cidade Perdida (2016); Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017); The Current War (2017); Avengers: Infinity War (2018).

Robert Downey Jr.
 

 







 
Mulher Nota Mil (1985); Abaixo de Zero (1987); Justiça Corrupta (1989); O Céu se Enganou (1989); Air America - Loucos Pelo Perigo (1990); Soapdish: Segredos de uma Novela (1991); Chaplin (1992); Short Cuts - Cenas da Vida (1993); Assassinos por Natureza (1994); O Outro Lado da Nobreza (1995);  U.S. Marshals - Os Federais (1998); Na Companhia do Medo (2003); Santos e Demônios (2006); Homem de Ferro (2008); O Incrível Hulk (2008); Trovão Tropical (2008); Sherlock Holmes (2009); Homem de Ferro 2 (2010);  The Avengers: Os Vingadores (2012);  Homem de Ferro 3 (2013);  Vingadores: Era de Ultron (2015); Capitão América: Guerra Civil (2016);  Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017); Vingadores: Guerra do Infinito (2018).

Michael Keaton
 

 











Johnny, o Gângster (1984); Fábrica de Loucuras (1986); Encontro Fatal (1986); De Médico e Louco Todo Mundo Tem um Pouco (1989); Batman (1989); Morando com o Perigo (1990); Batman: O Retorno (1992); Muito Barulho por Nada (1993); O Jornal (1994); Eu, Minha Mulher e Minhas Cópias (1996); Jackie Brown (1997); Medidas Desesperadas (1998); A Filha do Presidente (2004); Vozes do Além (2005); O Último Golpe (2006); RoboCop (2014); Need for Speed: O Filme (2014); Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) (2014); Spotlight: Segredos Revelados (2015); Fome de Poder (2016); American Assassin (2017); Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017)

Marisa Tomei 

 









Oscar - Minha Filha Quer Casar (1991); Zandalee - Uma Mulher para Dois (1991); Meu Primo Vinny (1992); Chaplin (1992); O Jornal (1994); Grande Hotel (1995); O Outro Lado de Beverly Hills (1998); O Observador (2000); Do Que as Mulheres Gostam (2000); Alguém Como Você (2001); O Guru do Sexo (2002); Tratamento de Choque (2003); Obsessão (2005); Baila Comigo (2005); Danika (2006); Motoqueiros Selvagens (2007); Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto (2007); O Lutador (2008); Cyrus (2010); Tudo pelo Poder (2011); Virando a Página (2014); Descompensada (2015); A Grande Aposta (2015); Capitão América: Guerra Civil (2016); ; Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017); Shotgun (2018)

Laura Harrier

 









Os Últimos 5 Anos (2014); Galyntine (2014); Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017); Fahrenheit 451 
 
 
Jacob Batalon 

 









Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017); The True Don Quixote (2017); Untitled Spider-Man: Homecoming Sequel (2019)

2 comentários:

  1. Diferentes e com um elenco extremamente atraente! Diferente de vários outros filmes de heróis que aparecem por aí, SPIDER-MAN: HOMECOMING não deixa de lado o que Peter Parker é como ser humano. Ele quer ser aceito. Quer mostrar que é capaz. Estamos falando da essência, daquilo que faz o personagem ser um dos mais amados do mundo. Apesar dos superpoderes que vieram da picada daquela aranha radioativa, Peter Parker é gente como a gente. Com muito bom-humor, cenas de ação que não tentam destruir o mundo a cada 30 minutos e muito drama pessoal, De Volta ao Lar é o filme que os fãs queriam tanto ver. A trama, embora simplista, é eficiente. De Volta ao Lar também consegue se sustentar como filme próprio, evitando equívocos recentes de filmes do gênero cujo único propósito parece ser criar conexão com outras produções vindouras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelos comentários Kuri. Seu texto exemplifica bem o sentimento que a maioria dos fãs do aracnídeo sentiram: a sensação de ver um filme de super-heróis bem estruturado com ótima estória e bem próximo da essência do personagem. Volte Sempre. Abs de Cinéfilos Para Sempre

      Excluir

Olá Cinéfilos.
Obrigado por visitarem minha página.
Estejam à vontade para comentarem, tirarem dúvidas ou sugerirem análises.
Os comentários sofrem análises prévias para evitar spans. Tão logo sejam identificados, publicarei. Quaisquer dúvidas, verifiquem a Política de Conduta do blog.
Sua opinião e comentários são o termômetro do meu trabalho.
Visitem a minha página homônima no Facebook onde coloco muitas curiosidades sobre cinema e algo de séries (se puderem curtir ajudaria)
Bem vindos.
Cinéfilos Para Sempre