quarta-feira, 23 de agosto de 2017

O GRANDE ANJO NEGRO / I COMME IN PEACE / DARK ANGEL (1990) - ESTADOS UNIDOS






“EU VENHO EM PAZ ...”

Jack Caine (Dolph Lundgren) é um policial de Huston, Texas,  que perde o parceiro em uma investigação de drogas. No mesmo incidente um estranho dizima quase todo o bando de uma gangster com uma arma letal e desconhecida. Jack chega no local após o conflito e não consegue descobrir o autor dos assassinatos. Com a chegada do FBI ele ganha um parceiro para caçar o desconhecido: Larry' Smith (Brian Benben), um agente federal que gosta de trabalhar seguindo todas as regras do manual e vê em Caine um péssimo exemplo de conduta. Logo o estranho revela-se ser um homem de altíssima estatura e força que começa a matar as pessoas para extrair delas uma substância produzida pelo cérebro. Um outro homem da mesma raça parece perseguir o estranho ser com a intenção de matá-lo.  Caine e Smith formam uma dupla inusitada que junto com a legista Diane (Betsy Brantley) tentarão solucionar o caso.




Dolph Lundgren já era conhecido por sua participação como Ivan Drago no filme Rock IV (o ator já revelou que reprisará o personagem em Creed 2); Mestres do Universo (o famoso He-Man) e o herói da Marvel O Justiceiro, aliais copiando quase o mesmo tom escuro de cabelo deste personagem. I Come in Peace também ficou conhecido por seu título alternativo "Dark Angel" e foi logo virando um campeão de locação dos idos do VHS, sempre ficando entre as 10 mais alugadas em 1991. Depois, em 1992, passou na extinta rede OM (aquela que teve a licença cassada por passar Calígula em 2 partes). Em meados de 2005 o SBT colocou na grade (falando das tvs abertas). 




O Grande Anjo Negro (alguém deve ter pensado: se "O Grande Dragão Branco"  ficou com um título brasileiro legal, que tal um "O Grande Anjo Negro"?) tem uma trama até bem interessante, colocando nosso herói para lutar contra um traficante intergalático que injeta drogas nas pessoas para extrair da glândula pituitária endorfina e assim poder traficar essa poderosa droga em seu planeta de origem. Máquina Mortífera (1988)  ressuscitou as duplas de policiais que, a principio, não se entendiam. Inferno Vermelho (1988) colocou russo e americano juntos atrás de um traficante e explorou as diferenças culturais. Predador (1987) veio à terra caçar pobre e indefesos (não tão indefesos, tínhamos Schwarzenegger !) humanos. Pegar essa salada e transformar em um filme de ação / ficção científica e ganhar uns trocados era algo mais do que lógico a ser feito. Dolph dava retorno (e ainda dá). Arrumaram um ator para arrancar algumas gargalhadas e parecer bem mais baixo que nosso herói, uma mocinha pronta para ser salva por seu amado herói, um alienígena bom e outro mal. E a fórmula funcionou a contento. Novamente a crítica torceu o nariz e os fãs gostaram e muito do filme.




Quanto ao elenco temos como vilão o ator germânico Matthias Hues que começou a aparecer mesmo nesta produção e depois virou figura fácil de várias produções de luta como "Garras de Àguia" , "Tc 2000" ... chegando até fazer um Klingon em "Jornada nas Estrelas VI" ( o atirador no final do filme). O ator tem a mesma altura de Dolph (1,96m), mas as botas com saltos bem mais altos resolveram o problema. Hues saiu-se muito bem: poucas falas, mas presença cênica impactante. Sua fala é sempre lembrada: "I come in Peace ...". Jay Bilas (o alien do bem) aparece pouco e não comprometeu, considerando que é um jogador de basquete e não um ator. Seus 2,03 metros são percebidos em cena, mas foi só.  Brian Benbe com seus 1,68m teve uma atuação boa e deu tom mais de comédia em certos momentos tornando o filme mais leve.  Betsy Brantley é uma atriz pouco conhecida por aqui, mas com uma filmografia bem interessante. Esteve bem no papel da legista que namora Caine e não acredita na estória de aliens. O diretor Craig R. Baxley foi diretor de segunda unidade de filmes como "O Predador" e coordenador de dublês em filmes como "Warriors". Dirigiu "Ação Total" com Carl Weathers (o Apollo da série Rocky);  "A Fúria do Justiceiro"  e "O Atirador 2" (2002).  Baxley soube dosar humor, ação e ficção científica tornando o  filme um passatempo bem divertido.




O Grande Anjo Negro é um bom filme para ser revisto. Pouca duração, boa ação e bons atores. Uma direção dinâmica e bem cuidada. Um dos filmes que ajudou Lundgren a firmar-se como um dos heróis de ação dos anos 80 e 90.

Trailer:

Curiosidades:

Nos Estados Unidos foi lançado com o título "I Come in Peace", depois foi lançado mundialmente como "Dark Angel".

A música dos créditos finais chama-se  "Touch Me Tonight" do grupo Shooting Star, onde alcançou a 67ª posição na "Billboard Hot 100".




O filme custou entre 4 a 5 milhões de dólares e faturou pelo menos sete vezes esse valor.

Matthias Hues anunciou em 2016 o interesse em filmar uma sequência do filme, mas não informou se Dolph estaria no filme.

Filmografia Parcial:
Dolph Lundgreen:

 









007 - Na Mira dos Assassinos (1985); Rocky IV (1985); Mestres do Universo (1987); Escorpião Vermelho (1988); O Justiceiro (1989); O Grande Anjo Negro (1990); Força Vermelha (1991); Massacre no Bairro Japonês (1991); Soldado Universal (1992); Fuga Mortal (1993); Homem de Guerra (1994); Atirador de Elite (1996); Duelo de Dragões (1999); O Último Comando (2000); Ação Direta (2004); O Defensor - Protegendo o Inimigo (2004); The Mechanik (2005); Caçadores de Diamantes (2007); Ação Imediata (2009); Comando Vermelho (2009); Soldado Universal 3: Regeneração (2009); Ação e Reação (2010); Os Mercenários (2010); Os Mercenários 2 (2012); Soldado Universal 4 - Juízo Final (2012); Acerto de Contas (2013); Os Mercenários 3 (2014);  Skin Trade - Em Busca de Vingança (2014); Marcas da Guerra (2015); Os Esquecidos (2015); O Lago dos Tubarões (2015); Ave, César! (2016); Um Tira no Jardim de Infância 2 (2016); Altitude (2017); Malchishnik (2017); Black Water (2018)

Matthias Hues

 









Retroceder Nunca, Render-se jamais 2 (1987);  Arena da Morte (1989);  O Grande Anjo Negro (1990); Kickboxer 2: A Vingança do Dragão (1991); Jornada nas Estrelas VI - A Terra Desconhecida (1991); Fúria Sangrenta (1992); Garras de Águia (1992); TC 2000 (1993); O Tigre Solitário (1996); Fortaleza Armada (1998); O Guardião do Rei (2000); O Último Vingador (2001); Art of Submission (2012); Ultimate Justice (2016); Maximum Impact (2017); The Rogue (2018); 


Betsy Brantley

 









Tratamento de Choque (1981); Memórias de um Espião (1984); O 4º Protocolo (1987); A Princesa Prometida (1987); Uma Cilada Para Roger Rabbit (1988); O Grande Anjo Negro (1990); Havana (1990); A Força de um Passado (1993); A Herdeira (1997); Código Para o Inferno (1998); Impacto Profundo (1998); A Fraude (1999); Risco Duplo (1999); The Angel Doll (2002); 


Al Leong

 










No Limite da Realidade (1983); Os Aventureiros do Bairro Proibido (1986); Máquina Mortífera (1987); Duro de Matar (1988); Eles Vivem (1988); Bill & Ted - Uma Aventura Fantástica (1989); Chuva Negra (1989); O Grande Anjo Negro (1990); Garantia de Morte (1990); A Arma Perfeita (1991); Rajada de Fogo (1992); Fuga Mortal (1993); O Sombra (1994); Fuga de Los Angeles (1996); Assassinos Substitutos (1998); O Escorpião Rei (2002); Forbidden Warrior - Guerreiros Imortais (2005).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Cinéfilos.
Obrigado por visitarem minha página.
Estejam à vontade para comentarem, tirarem dúvidas ou sugerirem análises.
Os comentários sofrem análises prévias para evitar spans. Tão logo sejam identificados, publicarei. Quaisquer dúvidas, verifiquem a Política de Conduta do blog.
Sua opinião e comentários são o termômetro do meu trabalho.
Visite a minha página homônima no Facebook onde coloco muitas curiosidades sobre cinema e algo de séries.
Bem vindos.
Cinéfilos Para Sempre