sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

AÇÃO IMEDIATA / DIRECT CONTACT (2009) - ESTADOS UNIDOS / BULGÁRIA / ALEMANHA





ROTEIRO SEM NOÇÃO
(contém spoilers)

Mike Riggins (Dolph Lundrgen ) encontra-se preso em uma prisão em algum lugar da Europa Oriental. Tendo que se virar num local onde é hostilizado, recebe uma proposta do agente Clive Connelly (Michael Paré de “Ruas de Fogo”) da CIA: para escapar da prisão lhe é oferecido a missão de resgatar uma americana, Ana Gale (Gina May), das mãos de um Coronel Russo. Só que a missão que aparentemente seria fácil para um ex-especialista das forças especiais americanas prova-se uma missão difícil, pois a refém demonstra sentir-se mais segura ao lado de seu captor. Riggins descobre que entrou em uma intriga que o transforma em peça descartável, restando apenas cumprir sua missão e sobreviver a qualquer custo.

  

O engraçado deste filme são as perseguições. Os soldados perseguem Riggins de carro, tanque e helicóptero. E ele, em contrapartida,  destrói carros com pessoas no trânsito. O Tanque passa por cima de carros e os soldados atiram nas pessoas. A impressão que fica é que na Rússia o governo atira em quem quiser e o extraordinário é que as pessoas parecem estar acostumadas. Há uma cena em que o protagonista entra em um bar e aparece na televisão uma foto sua e um aviso de que é um fugitivo perigoso e está armado, assim como a foto da sua "refém". As pessoas simplesmente veem o noticiário, olham para eles, fazem um cochicho e continuam do jeito que estão, inclusive a dupla chega a fazer "um lanchinho" até a chegada do exército. Quando os soldados invadem é que as pessoas correm.



O mais insólito é que o noticiário não fala nada da destruição e morte dos civis, que acabaram de ocorrer em pleno centro da cidade. Em outra cena, um grupo de ciganos dança num vagão. Um soldado mira contra Riggins, mas todos continuam dançando, até que o soldado atira e atinge uma das pessoas. Logo a seguir o casal desce da estação (ninguém desce correndo ou apavorado) e eles continuam empreendendo sua fuga. Depois entram dentro de um prédio que é atingido por lança mísseis. O prédio pega fogo, mas parece que ninguém tem medo do incêndio, pois eles não saem. Os "soldados" entram, passeiam e morrem no meio do tiroteio, fora aquelas cenas em que o protagonista enfrenta os soldados de peito aberto, derruba um monte e quando toma tiro é de pistola a queima roupa. 



          
O diretor  Danny Lerner (1952–2015) dirigiu apenas oito filmes e nenhum necessariamente que tenha tido algum grande destaque. Sua área de atuação sempre foi mais em escrever a estória. Como produtor, teve no currículo mais de 70 produções, algumas interessantes e outras nem tanto. A destacar: "A Vida e a Morte De Bobby Z" (2007); "Conan, o Bárbaro" (2011); "Os Mercenários 2"  (2012); 'Invasão a Casa Branca' (2013); "Hércules" (2014) ... 
Dolph Lundrgen está bem à vontade, mas não é o melhor de seus trabalhos. Michael Paré alterna bons trabalhos com produções bem fracas. Aqui aparece bem pouco, mas tem participação direta na estória. Uma espécie de coadjuvante de luxo. Gina May é uma atriz mais voltada a participações em séries e aqui fez um bom trabalho. Bashar Rahal esteve em algumas produções de Danny Lerner. Faz um vilão bem caricato.



Talvez se o filme (que foi direto para o mercado de video) fosse feito num estilo "O Fugitivo" ou "U.S Marshalls" com uma caçada séria, sem pirotecnia, o filme rendesse bons momentos, mas com um roteiro absurdo e cheio de furos, só resta encher o telespectador de ação ininterrupta para que não perceba que jogou tempo e dinheiro fora. 

Trailer:



Curiosidades:
Danny Lerner  foi  co-fundador da produtora "Nu Image/Millennium Films". Faleceu aos 62 anos

Orçado em aproximadamente $6.000.000,00

Canção: Pesnya O Tebe - interpretada por Marina V


Filmografia Parcial:

Dolph Lundgreen:

 








007 - Na Mira dos Assassinos (1985); Rocky IV (1985); Mestres do Universo (1987); Escorpião Vermelho (1988); O Justiceiro (1989); O Grande Anjo Negro (1990); Força Vermelha (1991); Massacre no Bairro Japonês (1991); Soldado Universal (1992); Fuga Mortal (1993); Homem de Guerra (1994); Atirador de Elite (1996); Duelo de Dragões (1999); O Último Comando (2000); Ação Direta (2004); O Defensor - Protegendo o Inimigo (2004); The Mechanik (2005); Caçadores de Diamantes (2007); Ação Imediata (2009); Comando Vermelho (2009); Soldado Universal 3: Regeneração (2009); Ação e Reação (2010); Os Mercenários (2010); Os Mercenários 2 (2012); Soldado Universal 4 - Juízo Final (2012); Acerto de Contas (2013); Os Mercenários 3 (2014);  Skin Trade - Em Busca de Vingança (2014); Marcas da Guerra (2015); Os Esquecidos (2015); O Lago dos Tubarões (2015); Ave, César! (2016); Um Tira no Jardim de Infância 2 (2016); Altitude (2017); Malchishnik (2017); Black Water (2018)

Michael Paré

 








O Super Herói Americano (seriado 1981 a 1983); Eddie, o Ídolo Pop (1983); Ruas de Fogo (1984); Projeto Filadélfia (1984); Clube das Mulheres (1987); Eddie, o Ídolo Pop 2 (1989); Estação 44 - O Refúgio dos Exterminadores (1990); The Last Hour (1991); A Cidade dos Amaldiçoados (1995); Lua Negra (1996); Acerto Final (1998); Alone in the Dark 2 - O Retorno do Mal (2008); Ação Imediata (2009); 12 Horas (2012); Road to Hell / Ruas de Fogo 2 (2012); Projeto Filadélfia 2 (2012); Meu Ofício é Matar (2013); Exorcistas do Vaticano (2015); Chamadas do Crime (2015).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Cinéfilos.
Obrigado por visitarem minha página.
Estejam à vontade para comentarem, tirarem dúvidas ou sugerirem análises.
Os comentários sofrem análises prévias para evitar spans. Tão logo sejam identificados, publicarei. Quaisquer dúvidas, verifiquem a Política de Conduta do blog.
Sua opinião e comentários são o termômetro do meu trabalho.
Visitem a minha página homônima no Facebook onde coloco muitas curiosidades sobre cinema e algo de séries (se puderem curtir ajudaria)
Bem vindos.
Cinéfilos Para Sempre