segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

BORBOLETAS NEGRAS / BLACK BUTTERFLIES (2011) - ALEMANHA/ HOLANDA / AFRICA DO SUL





PALAVRAS, DESEJOS E LOUCURAS

Jack Cope (Liam Cunningham) é um escritor que salva a poetiza Ingrid Jonker (Carice van Houten) de um afogamento na praia. A atração entre a dupla é imediata: ela é uma mulher que desistiu do casamento e ele um homem em um divórcio complicado nos idos dos anos 60, em uma África vivendo intensamente o regime do Apartheid (1948 a 1994). O pai de Ingrid, Abraham Jonker (Rutger Hauer), não vê com bons olhos a união da dupla que são simpatizantes ao fim do regime político. Abraham é o ministro da censura e tudo a ser publicado passa por suas mãos.


Só que o convívio entre Jack e Ingrid começa a ter problemas: o casal se apaixona, só que Ingrid começa a ter relacionamentos com outros homens e sempre abusar da bebida. Jack fica no meio termo de perdoar sua amada ou desistir de qualquer convívio nessas circunstâncias. Ao serem contra o regime começam a ver a real situação daquele povo oprimido que vive sem terem suas liberdades conquistadas.



Cinebiografia da escritora sul-africana  Ingrid Jonker (1933 - 1965) que se tornou conhecida por ter seu poema “A Criança que foi Assassinada pelos Soldados de Nyanga” lido por Nelson Mandela  em sua posse como presidente. O filme mostra sua difícil relação com o pai que a censurava e rejeitava por seus poemas terem conteúdos políticos e mancharem sua imagem frente à comunidade. Jack Cope (1913 - 1991) teria sido o grande amor de sua vida, mas sua condição de maníaco depressiva (que o filme não entra em detalhes) mostra o quão difícil foi para ingrid expressar suas emoções e sentimentos. Sua válvula de escape era a poesia onde podia transpor para as letras tudo que sentia e presenciava ao seu redor. O filme mostra um Jack mais maduro no modo de pensar e agir. Um homem apaixonado que vê sua vida ser transformada a partir do momento que salva Ingrid na praia.



A curiosidade fica pelo elenco. o irlândes Liam Cunningham e a holandesa Carice van Houten participam do seriado "Games of Thrones" e se lá há uma certa antipatia do personagem Davos (Cunningham) pela feiticeira Melisandre (Carice van Houten) aqui os sentimentos são opostos. Muito bom ver que o também holandês Rutger Hauer (de "Blade Runner" e "A Morte Pede Carona") continua em forma e nos mostra um Abraham Jonker racista e segregador. Um defensor de tudo de ruim que o apartheid representava. Esse trio com suas excelentes atuações seguram o interesse do filme que tem um ritmo mais cadenciado, um típico drama, sem perder o interesse do espectador. Quem assiste consegue acompanhar os acontecimentos mesmo que desconheça a história da África nesse período porque a forma de dirigir da cineasta  Paula van der Oest ("A Acusada" 2014) é bem estruturada com atuações sóbrias e uma certa sutileza para apresentar situações complicadas (como assassinato e aborto). Paula prefere não se aventurar nesses questionamentos e se aprofunda na vida de Ingrid o que se provou a decisão mais correta.



Borboletas Negras, o título se explica no fim, é indicado a quem gosta de filmes de dramas sólidos, mas sem a necessidade de provocar o espectador nem utilizar cenas que deixem o filme ágil. É uma narrativa que vai sendo construída aos poucos, contando um breve período da vida da poetiza e sua relevância, no final, para aquilo que tanto almejava: ser uma voz a ser escutada e ter um lugar para viver.

Trailer 


Curiosidades:
O poema extraído do livro "Black Butterflies"

The Child who was shot dead by soldiers of Nyanga

The child is not dead
The child lifts his fists against his mother
Who shouts Afrika ! shouts the breath
Of freedom and the veld
In the locations of the cordoned heart

The child lifts his fists against his father
in the march of the generations
who shouts Afrika ! shout the breath
of righteousness and blood
in the streets of his embattled pride

The child is not dead not at Langa nor at Nyanga
not at Orlando nor at Sharpeville
nor at the police station at Philippi
where he lies with a bullet through his brain

The child is the dark shadow of the soldiers
on guard with rifles Saracens and batons
the child is present at all assemblies and law-givings
the child peers through the windows of houses and into the hearts of mothers
this child who just wanted to play in the sun at Nyanga is everywhere
the child grown to a man treks through all Africa
the child grown into a giant journeys through the whole world Without a pass
 
Premiações:
Artek - International Children's Film Festival
Carrousel International du Film
Golden and Platin Film, Netherlands
Nederlands Film Festival
Rembrandt Awards
SUBTITLE European Film Festival
Tribeca Film Festival
 

Filmografia Parcial
Carice van Houten

 









AmnesiA (2001);  A Espiã (2006); Os Demônios de Dorothy Mills (2008);  Operação Valquíria (2008); Através do Tempo (2009); Repo Men: O Resgate de Órgãos (2010); Morte Negra (2010); Borboletas Negras (2011); O Quinto Poder (2013); Raça (2016); Amaldiçoada (2016); Dominação (2016); Game of Thrones (seriado 2012 a 2017). 

Liam Cunningham

 









No Limite da Inocência (1992); Lancelot - O Primeiro Cavaleiro (1995); Paixão Proibida (1996); A Revelação (2001); As Aventuras da Família Robinson (2002); Dog Soldiers - Cães de Caça (2002); Ventos da Liberdade (2006); Fome (2008); A Múmia: Tumba do Imperador Dragão (2008); Caçadores de Vampiros (2009); Vingança Entre Assassinos (2009); Harry Brown (2009); Centurião (2010); Fúria de Titãs (2010); A Informante (2010); Borboletas Negras (2011); Cavalo de Guerra (2011); Protegendo o Inimigo (2012); Códigos de Defesa (2013); A Infância de Um Líder (2015); Game of Thrones (seriado 2012 a 2017)
  
Rutger Hauer 

 
 








Soldado de Laranja (1977); Os Falcões da Noite (1981); Blade Runner, O Caçador de Andróides (1982); O Casal Osterman (1983); O Feitiço de Áquila (1985); Conquista Sangrenta (1985); A Morte Pede Carona (1986); Fuga de Sobibor (1987); Fúria Cega (1989); Aliança Mortal (1991); O Destruidor (1992); A Nação do Medo (1994); Sobrevivendo ao Jogo (1994); Omega Doom (1996); Linha Vermelha (1997); Sin City: A Cidade do Pecado (2005); Batman Begins (2005); O Ritual (2011); Dracula 3D (2012); Escorpião Rei 4: Em Busca do Poder (2015).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Cinéfilos.
Obrigado por visitarem minha página.
Estejam à vontade para comentarem, tirarem dúvidas ou sugerirem análises.
Os comentários sofrem análises prévias para evitar spans. Tão logo sejam identificados, publicarei. Quaisquer dúvidas, verifiquem a Política de Conduta do blog.
Sua opinião e comentários são o termômetro do meu trabalho.
Visitem a minha página homônima no Facebook onde coloco muitas curiosidades sobre cinema e algo de séries (se puderem curtir ajudaria)
Bem vindos.
Cinéfilos Para Sempre