quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

JORNADA NAS ESTRELAS – GENERATIONS / STAR TREK: GENERATIONS (1994) - ESTADOS UNIDOS




DUPLA JORNADA
Kirk, Scott e Chekov são convidados para a inauguração da nova Enterprise, agora sob o comando do novato capitão  John Harriman (Alan Ruck). Ao receberem um chamado de socorro e estarem mais próximos, partem em socorro de duas espaçonaves presas em uma fonte de energia desconhecida. Sem possuírem ainda todos os recursos disponíveis, a nova Enterprise consegue salvar apenas algumas dezenas de tripulantes, entre eles o Dr. Tolian Soran (Malcolm McDowell), um enigmático tripulante. Após o resgate, a tripulação percebe que um compartimento da nave foi atingido pela onda de energia sendo destruída e atirando no espaço o almirante Kirk que tentara salvar a espaçonave.

              
78 anos depois, o capitão Jean-Luc Picard (Patrick Stewart) localiza um lugar que foi atingido por uma onda de energia desconhecida e, entre os tripulantes, o Dr. Tolian, que informa ser um cientista com pouco tempo para concluir sua pesquisa, necessitando voltar ao local. Uma das tripulantes, Guinan (Whoopi Goldberg) da nave reconhece  Tolian, pois estava na Enterprise quando ocorreu a morte de Kirk.


"Jornada nas Estrelas – Generations" (porque que não "Gerações"???),  já entrega no título para aqueles que acompanhavam a série. Para os que não acompanhavam é o encontro da antiga Enterprise do seriado "Jornadas nas Estrelas" (1966 a 1969) e de seus filmes para o cinema com os personagens de Jornada nas Estrelas a Nova Geração (1987 a 1994). A ideia era reunir as duas gerações de "Jornada", estrear "A Nova Geração" no cinema e de, certa maneira, criar uma história que agradasse aos fãs das duas séries. O resultado, porém, não foi o que se esperava. 



"Generations" peca em vários aspectos: o primeiro está logo no início, apresentando um personagem como novo capitão de uma Enterpriise B,  John Harrimans (Alan Ruck, do famoso filme oitentista “Curtindo a Vida Adoidado”) que não sabe o que fazer no comando. Ficou muito claro a forçada de barra para dar espaço à entrada do capitão Kirk para assumir a nave e salvar o dia. O roteiro inclusive simula a morte de Kirk de um jeito bem parecido, apenas no conceito, ao de Spock, que se sacrifica pela nave em “Jornada nas Estrelas II – A Ira de Khan”. Aliás, uma cena demonstra bem o que esperar desta produção quando Kirk, Scott e Chekov são tratados como celebridades pop por jornalistas com câmeras futuristas. Em determinado momento, durante o seriado, existiram menções claras de que este tipo de atividade e culto ao ego não existiam no século XXIII  e a tripulação ficava até mesmo confusa quando eram citadas.



O que o espectador descobrirá em seguida é que o Dr Tolian é o responsável pelos acontecimentos na onda de energia (que posteriormente saberemos possuir o nome de "Nexus"), mas não explica, de forma clara, como  ele não envelheceu se não estava nela. A única que percebe sua presença nos dois eventos é Guinan (Whoopi Goldberg), personagem alienígena fixa entre a segunda e sexta temporadas da “Nova Geração”, onde trabalhava como Bartender (e conselheira nas horas vagas), possuindo uma idade muito além de sua aparência. 
            

Tendo o ator Malcolm McDowell de " A Laranja Mecânica" como o grande nome desta produção (pelo menos para aqueles que não conhecem o universo de Star Trek) houve a intenção de estrear a Nova Geração em grande estilo: Um grande vilão e personagens da antiga Enterprise como uma forma de abalizar a presença da atual (além de garantir uns trocados a mais com os fãs de Kirk e Cia)


Nexus mostra-se uma espécie de nirvana, que o cientista enlouquecido almeja alcançar. Guinan revela a Picard ter estado neste local e que uma força irresistível impede os que são consumidos por ela a buscarem um meio de libertação. A alienígena informa ao capitão Jean-Luc Picard (o ator Patrick Stewart da franquia "X-Men") que Tolian fará o impensado para retornar ao seu nirvana, nem que tenha que destruir um planeta com quase 300 milhões de seres para trazer a rota do Nexus ao seu encontro. Ela informa que existe uma grande possibilidade do capitão Kirk não ter morrido e estar vivendo em Nexus e que pode ser a ajuda que ele necessita para deter o cientista.


Enquanto Jean Luc tenta resolver seu problema, vemos que a Enterprise D, com o Comandante  William Riker (Jonathan Frakes), está envolvida em problemas com os Klingons que, com a ajuda de Tolian, tentarão descobrir os segredos de defesa da Enterprise e destruí-la.  Enquanto isso o comandante Data (o androide em busca da humanização) resolve colocar um chip que o fará sentir as sensações humanas como medo, dúvida, choro e risos no momento mais crítico do conflito.

            
"Generations" tem altos e baixos e podemos destacar, como ponto alto, o conflito com os Klingons, a Enterprise D sofrendo um ataque que a leva quase a destruição, bem dentro da ambientação da série e que nos remete novamente aos bons momentos que a tornaram um seriado de sucesso.


Já a trama Kirk, Soran e Picard ficou confusa e sem muita emoção. Todos parecem deslocados. Trazer a ação para a superfície de um planeta esfriou o ritmo, parecendo terem poupado nos efeitos, em um roteiro feito às pressas. A participação do restante dos personagens foi tão mal aproveitada que o ator Leonard Nimoy, que interpretava o Famoso Sr Spock, quando viu suas falas, não demonstrou interesse. Chekov e Scotty fazem uma aparição de luxo, assim como Whoopi Goldberg. O subaproveitamento desses personagens, aliado a um enredo confuso e cansativo serviu apenas para saudar a aparição da Nova Geração que, após esta produção, ainda teve mais 3 filmes para o cinema: "Primeiro Contato" (1996); "Insurreição" (1998) e "Nemesis" (2002).


Talvez o diretor David Carlson tenha grande participação no porquê do filme não funcionar muito bem: oriundo de seriados da TV, não possuía experiência em uma produção de grande porte e pode não ter extraído o potencial dos atores, nem transmitido para as telas o roteiro que teve em mãos.
              

"Generations" não é um filme ruim, mas pouco faz para realmente destacar os personagens principais que eram o alicerce da série (aqui a trama dá destaque aos personagens de Data (Brent Spiner) e LaForge (LeVar Burton o "Kunta Kinte" do antigo seriado “Raízes”), ainda assim o filme foi bem nas bilheterias, apoiado em seus milhares de fãs ao redor do globo, mostrando que a franquia teria fôlego para outras produções. A parte negativa ficou por conta em como é tratado o destino de Kirk, sem nenhuma emoção e sem criar a empatia com o personagem. Ainda que William Shatner tenha gostado de sua participação no roteiro, o que foi as telas provou-se um erro que não pôde ser revertido.


Trailer:



Curiosidades:
George Takei (Sulu) recusou-se a participar do filme, pois seu personagem, servindo a Kirk, seria um retrocesso no posto de comando que adquirira em outros filmes da franquia. Suas falas foram dadas a outra personagem: Demora, filha de Sulu.


DeForest Kelley (1920–1999) foi escalado para o filme como Dr. McCoy, mas devido à sua saúde frágil, ele não conseguiu obter um seguro (requisito para qualquer ator do filme). Suas falas foram então entregues a Walter Koenig como Chekov.

A abertura do filme foi planejada para ter  Kirk, Spock e McCoy. Com as recusa de  Leonard Nimoy e a impossibilidade de DeForest Kelley, suas falas foram dadas a Chekov e Scotty.

O filme custou $35.000.000,00 e arrecadou mundialmente em torno de $118.000.000,00

Nos cinemas brasileiros o filme teve o título de: "Jornada nas Estrelas - A Nova geração"

Em 2002 a Tv Record passou com o título: "Jornada nas Estrelas 7: Gerações"

Cronologia:


Seriado: Jornada nas Estrelas (1966 a 1969)
Desenho: Jornada nas Estrelas: A Série Animada  (1973 a 1974)
Jornada nas Estrelas - O Filme - 1979
Jornada nas Estrelas III: À Procura de Spock - 1984
Seriado: Jornada nas Estrelas: A Nova Geração (1987 a 1994)
Jornada nas Estrelas V - A Última Fronteira - 1989
Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida - 1991
Seriado: Jornada nas Estrelas - Deep Space Nine (1993 a1999)
Jornada nas Estrelas: Generations - 1994
Seriado: Star Trek: Voyager (1995 a 2001)
Jornada nas Estrelas: Primeiro Contato  - 1996
Jornada nas Estrelas - Insurreição - 1998
Seriado: Star Trek: Enterprise  (2001 a 2005)
Jornada nas Estrelas: Nêmesis - 2002
Star Trek (Star Trek) - 2009
Star Trek: Sem Fronteiras - 2016
Seriado: Star Trek - Discovery  (2017 a ?)

Filmografia Parcial: 
William Shatner

 









Julgamento em Nuremberg (1961); Incubus (1966); O Ódio é Minha Lei (1968); O Único Sobrevivente (1970); A Maldição das Aranhas (1977); Jornada nas Estrelas: O Filme (1979); Horário de Visitas (1982); Jornada nas Estrelas II - A Ira de Khan (1982); Jornada nas Estrelas III - À Procura de Spock (1984); Confissões de um Homem Casado (1984); Jornada nas Estrelas IV - A Volta para Casa (1986); Jornada nas Estrelas V - A Última Fronteira (1989); Jornada nas Estrelas VI - A Terra Desconhecida (1991); Máquina Quase Mortífera (1993); Jornada nas Estrelas: Generations (1994); Miss Simpatia (2000); American Psycho II: All American Girl (2002); Miss Simpatia 2: Armada e Poderosa (2005); Range 15 (2016); Inseparáveis (2016)

Patrick Stewart

 










Excalibur (1981); Duna (1984); Caçado pelos Cães de Guerra (1985); Força Sinistra (1985); Lady Jane (1986); L.A. Story (1991); Jornada nas Estrelas: Generations (1994); Jornada nas Estrelas - Primeiro Contato (1996); Teoria da Conspiração (1997); Jornada nas Estrelas - Insurreição (1998); X-Men: O Filme (2000); Jornada Nas Estrelas: Nêmesis (2002); X-Men: O Confronto Final (2006); X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2014); Logan (2017).



Whoopi Goldberg

 









A Cor Púrpura (1985); Salve-me Quem Puder (1986); A Ladrona (1987); Ghost: Do Outro Lado da Vida (1990); Uma História Americana (1990); Segredos de uma Novel (1991); O Jogador (1992); Sarafina! O Som da Liberdade (1992); Mudança de Hábito (1992); Feita por Encomenda (1993); Mudança de Hábito 2: Mais Confusões no Convento (1993); O Rei Leão (1994); Corina, uma Babá Perfeita (1994); Jornada nas Estrelas: Generations (1994); O Jogo da Verdade (1995); Fantasmas do Passado (1996); A Nova Paixão de Stella (1998); Nas Profundezas do Mar Sem Fim (1999); Garota, Interrompida (1999); Monkeybone - No Limite da Imaginação (2001); Tá Todo Mundo Louco! Uma Corrida por Milhõe$ (2001); Jornada Nas Estrelas: Nêmesis (2002); Bebês Geniais 2: Super Bebês (2004); Um Cara Acima da Média (2007); Pronta Para Amar (2011); As Tartarugas Ninja (2014); A Eterna Namorada (2014); Delores & Jermaine (2015); Furlough (2018) 

Malcolm McDowell

 









Laranja Mecânica (1971); Calígula (1979); Um Século em 43 Minutos (1979); A Marca da Pantera  (1982); Trovão Azul (1983); Get Crazy - Na Zorra do Rock (1983); Merlin e a Espada (1985); Assassinato em Hollywood (1988); A Guerra dos Donos do Amanhã (1989); Estação 44 - O Refúgio dos Exterminadores (1990); Jornada nas Estrelas: Gerações (1994); Experiência Mortal (1995); Mar de Fogo (2004); Halloween - O Ínicio (2007); H2: Halloween 2 (2009); O Artista (2011); Silent Hill: Revelação 3D (2012); Esqueceram de Mim 5 (2012); Natal Sangrento (2012); Ricardo: Coração de Leão (2013); Ensina-me o Amor (2014); 31 (2016);  Mississippi Murder (2017); American Satan (2017); Experiment 77 (2018); Monster Butle (2019)
              

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Cinéfilos.
Obrigado por visitarem minha página.
Estejam à vontade para comentarem, tirarem dúvidas ou sugerirem análises.
Os comentários sofrem análises prévias para evitar spans. Tão logo sejam identificados, publicarei. Quaisquer dúvidas, verifiquem a Política de Conduta do blog.
Sua opinião e comentários são o termômetro do meu trabalho.
Visite a minha página homônima no Facebook onde coloco muitas curiosidades sobre cinema e algo de séries.
Bem vindos.
Cinéfilos Para Sempre